A VERDADE DEVE SER MOSTRADA

Um quinto dos acidentes de trânsito e Quase metade das agressões no país envolvem álcool


Mais de 21% dos atendimentos de emergência de vítimas de acidentes de trânsito no SUS (Sistema Único de Saúde) envolvem consumo de álcool. Nos casos de agressões, o uso de bebida alcoólica é detectado em 49% dos pacientes atendidos.

O estudo, chamado de Viva (Vigilância de violências e acidentes), foi realizado em 71 hospitais que realizam atendimentos de urgência e emergência pelo SUS. Foram ouvidas 47 mil pessoas em todas as capitais e no Distrito Federal.

Perfil dos pacientes

O levantamento revela que entre as pessoas envolvidas em acidentes de trânsito, 22,3% dos condutores, 21,4% dos pedestres e 17,7% dos passageiros apresentavam sinais de embriaguez ou confirmaram consumo de álcool. Entre os atendimentos por acidentes, a faixa etária mais prevalente foi a de 20 a 39 anos (39,3%).

As vítimas mais acometidas por agressões estão nessa mesma faixa etária – 20 a 39 anos – e representam 56% dos casos. Em 2011, 28.352 homens com idade entre 20 a 39 anos foram assassinados e 16.460 perderam a vida no trânsito, o que corresponde a quase metade das mortes registradas nesta faixa etária, 31,5% e 18,3%, respectivamente.

A proporção do consumo de bebida alcoólica entre os pacientes homens foi bem superior ao das mulheres: 54,3% dos homens que sofreram violência e 24,9% dos que sofreram acidente de trânsito tinham ingerido álcool, enquanto os índices entre as pessoas do sexo feminino foram de 31,5% e 10,2%, respectivamente

A imagem de que vítimas de violência associadas ao álcool apenas em populações de baixa e renda e escolaridade não condiz com a realidade", informou, também, o ministro Alexandre Padilha.

Os resultados, segundo Padilha, reforçam a importância de campanhas focadas nos riscos de beber e dirigir e em políticas como a Lei Seca. As novas regras teriam gerado uma redução de 24% nas mortes de trânsito no Carnaval.

Um comentário:

Aguaslindastv.com.br disse...

Aqui em Águas Lindas de Goiás no Final de Semana o que se ver é um verdadeiro festival de desrespeito as leis de trânsito e os jovens são os que mais arriscam as vidas, deles e de pessoas inocentes. O Que Falta é uma Fiscalização mais Eficiênte e http://ow.ly/CY46O uma legislação mais rigorosa que realmente puna o motorista que comete crime no trânsito.Quando o Motorista dirige embriagado ele esta cometendo um crime. #nãofoiacidente. Não Foi Acidente Assine a Petição para Tornar Crime dirigir Embriagado neste link http://ow.ly/CY4Q1